Sobre

Usina é um bairro não-oficial do Rio de Janeiro, cujo território oficialmente faz parte da Grande Tijuca.

Localiza-se próximo ao Alto da Boa Vista, onde anteriormente havia uma usina.

Em 1862, a Tijuca passou a ter transporte movido a vapor [carece de fontes] e em 1898 foi criada a segunda linha férrea movida a eletricidade, a Estrada de Ferro da Tijuca (a primeira foi a linha Largo da Carioca – Largo do Machado, operada pela Botanical Garden Rail Road Company).

A eletricidade que movia estes bondes era gerada em uma usina termelétrica localizada na Tijuca. Dessa usina teve origem o nome Usina, para a parte situada no alto, próximo à Serra.

Apesar de ser um bairro afetado pela violência, devido à proximidade do Morro do Borel, Morro da Formiga e do Morro da Casa Branca, possui ruas e casas de alto padrão nas encostas perto da floresta. Porém, com as instalações das UPP’s (Unidade de Polícia Pacificadora) no cinturão da Grande Tijuca, os índices de violência diminuíram muito na região. E na Usina não foi diferente, já que o Borel e a Casa Branca consequentemente receberam as unidades, fazendo com que o preço dos imóveis em toda a região subissem consideravelmente. Este sub-bairro abriga o Montanha Clube, o tradicional Colégio Marista São José e também casas comerciais como bancos, supermercados, açougues, padarias e o ponto terminal de várias linhas de ônibus.

No local funcionava uma fábrica de cigarros da Souza Cruz até meados dos anos 90, quando em 1997 foi inaugurado no edíficio o Carrefour, que foi fechado em fevereiro de 2004. No fim do bairro, já na fronteira com o Alto da Boa Vista funcionam os pontos finais de inúmeras linhas de ônibus — 220, 229, 415, 426, etc. Nas proximidades do bairro funcionam duas feiras livres, uma às terças-feiras e a outras às sextas, na Avenida Maracanã com rua Garibaldi.